Procon Maceió realizou operação Black Friday nesta sexta-feira (26)

Estabelecimentos foram visitados para que os técnicos garantissem o cumprimento do Código de Defesa do Consumidor

O Procon Maceió, órgão de defesa do consumidor, realizou nesta sexta-feira (26), operação de fiscalização da Black Friday no Centro da capital e shopping centers. Na ocasião, a equipe de fiscalização orientou e sanou as dúvidas dos consumidores para que não caiam em golpes, além de garantir que o Código de Defesa do Consumidor seja cumprido.

Como forma de prevenção à prática de preços abusivos na Black Friday, diversos estabelecimentos comerciais estão sendo visitados pelos fiscais para garantir que não haja abusos nos preços e orientar ao consumidor se as ofertas realmente têm o desconto anunciado.

“Fiscalizamos para garantir que o consumidor não tenha problemas futuros, o Procon orienta também que sempre peçam a nota fiscal do produto que for comprar”, alerta o diretor executivo, Leandro Almeida.

“Hoje muita gente sai de casa na esperança de encontrar produtos baratos nas lojas, e a presença do Procon nas lojas é importante porque faz valer os direitos dos consumidores e não corremos o risco de sofrer abusos por parte do estabelecimento”, afirma o estudante Carlos Rogério.

Atendimentos

Para realizar denúncias ou obter mais informações e orientações, o consumidor pode entrar em contato pelos telefones 0800 082 4567 — até às 14h — ou no WhatsApp (82) 98882-8326. Quem prefere o atendimento presencial pode se dirigir à qualquer uma das unidades do Procon Maceió: no Centro Universitário Uninassau, no bairro do Farol; na sede da antiga FAT, atual Centro Universitário Mário Pontes Jucá (UMJ), no Barro Duro; Centro Universitário Cesmac, no bairro Farol; e na sede do Procon Maceió, na Rua Dr. Pedro Monteiro, 47, Centro de Maceió.

O horário de funcionamento na sede do Procon Maceió é de 8h às 14h, de segunda a sexta-feira. Os núcleos da UMJ e CESMAC estão abertos ao público das 8h às 13h, de segunda a sexta-feira. Já na Uninassau, das 8h às 12h e das 14h às 17h, também durante a semana.

Para formalizar as denúncias, é necessário entregar as cópias do RG, CPF, comprovante de residência e demais documentos que forem necessários para embasar as reclamações de abuso aos direitos do consumidor.

Nicolle Salazar (estagiária) / Ascom Procon Maceió

Botão Voltar ao topo