OVELHA NEGRA – PM que criticou Renan Filho será investigado por crime militar

O tenente-coronel Marcos Vanderlei será investigado por crime militar. A informação é do boletim do Boletim Geral Ostensivo da Polícia Militar (PM) de Alagoas.

Uma campanha nas redes sociais garante que o militar foi exonerado do cargo de subcomandante do Comando de Policiamento da Capital (CPC), como uma suposta retaliação por apoiar Jair Bolsonaro.

No entanto, o boletim aponta que o motivo foi outro: “apurar possíveis cometimento de crimes militares, mormente insubordinação contra o governador do Estado de Alagoas”, além do uso de redes sociais de forma inapropriada, indo de encontro as determinações do Comando Geral da PM.

O militar repostou uma publicação do governador Renan Filho (MDB), onde o chefe do Executivo Estadual, e consequentemente da PM, criticava a realização da Copa América, dizendo que Alagoas não seria sede.

 Marcos Vanderlei usou as seguintes palavras: “Vergonha alheia” e “Você é um verdadeiro hipócrita, você deveria era terminar o seu mandato calado que seria mais bonito”.

Botão Voltar ao topo