Menina transforma garagem do sítio dos avós em biblioteca pública

Com uma vida pacata e regrada pelos costumes do campo, Mell mora com sua mãe – seu pai faleceu quando ela tinha apenas um ano e sete meses -, a vovó Necy e o vovô Genivaldo em um povoado (distante 4 km da cidade) no sertanejo município de Mata Grande, interior de Alagoas. A menina com apenas dez anos dedica boa parte do seu dia à leitura, além disso, algumas vezes quando a procuram, ela está passeando com sua companheira, a égua Princesa.

E nessa rotina, ela trocou as bonecas pelos livros; muito mais do que brincar de casinha, entregava-se ao mundo da leitura; a Aritmética da Emília e a história do Sítio do Pica Pau Amarelo, a pequena Mell não aprendeu nos programas de televisão… Foi ‘viajando’ na literatura de Monteiro Lobato que essa garotinha conheceu a história da Dona Benta, do Pedrinho e da Narizinho, da tia Anastácia, do Saci Pererê e da bruxa Cuca.

Apaixonada por esse mundo que nos leva ao conhecimento, a menina Ana Mell Araújo Rocha Silva transformou o seu maior sonho em realidade: adaptou a garagem da casa localizada no do sítio do avô – imóvel com mais de 80 anos de construído e, portanto, bastante depreciado pela ação do tempo e pela dificuldade de manutenção -, no município onde mora, para uma biblioteca pública, com o objetivo de que todos em sua comunidade possa ter acesso à leitura.

E foi com uma cartinha inocente que a menina Mell ultrapassou, numa velocidade gigantesca, os limites territoriais do povoado Encruzilhada: “Estou com o objetivo de formar uma biblioteca, então, gostaria de saber se você consegue alguns livros, para que eu possa colocar na minha coleção. Vamos incentivar a leitura”, disse ela na carta endereçada à tia Fafá.

A campanha

Sensibilizada com o pedido da sobrinha, Fafá Rocha e o marido, Marcus Assunção, deram início a mobilização da campanha, que foi apelidada carinhosamente como ‘Biblioteca da Mell’. E foi por meio de conversas com amigos que essa campanha foi ganhando corpo.

Rapidamente, o desejo da Mell foi se tornando, também, o desejo de centenas de pessoas que, por iniciativa própria, começaram a usar suas redes sociais para pedir doação de livros. “A Mell ainda é tão pequena e talvez nem consiga entender a dimensão que esse seu desejo tomou. Mas, num futuro próximo, temos certeza que todos poderão se orgulhar de ter colaborado. A cada novo livro que chega, ela entra em êxtase. A gente se emociona só de vê-la com um super sorriso no rosto”, contou Fafá Rocha.

Então, sabendo bem do poder de alcance que possuem ferramentas como Facebook, Instagram e Whatsapp, a família pôde ver as doações chegando de todos os cantos do Brasil. Pessoas físicas e jurídicas, anônimos e famosos se integraram ao coro dos parentes e amigos da Mell e, em apenas uma semana de campanha, o volume de títulos arrecadados ultrapassou os dez mil exemplares.

“Estamos todos ainda sem acreditar na repercussão da campanha. Jamais poderemos agradecer tudo o que vocês têm feito pela Mell”, disse Alessandra Rocha, mãe da garota que sonha em montar uma biblioteca. “Obrigada, obrigada, obrigada. Muito obrigada. Como disse o meu escritor favorito, Monteiro Lobato, um país se constrói com homens e livros. Vamos fazer nosso papel na transformação social que o Brasil precisa. Assim, ele será melhor”, declarou Mell, num vídeo de agradecimento à mobilização criada em função do seu sonho.

Após a ajuda de diversos brasileiros, Mell, participou do quadro “Agora ou Nunca” do programa Caldeirão do Huck da Rede Globo, onde recebeu uma quantia no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais) para ajudar a construir a biblioteca que ela sempre sonhou. Após uma campanha de arrecadação, infelizmente não alcançamos o objetivo de arrecadar com uma vaquinha virtual para construir um espaço que coubesse todos os livros recebidos.

Além de ler, a menina Mell gosta de compartilhar seu conhecimento, desde o primeiro vídeo publicado em suas redes sociais, ela mostrou uma desenvoltura com a palavra, e descobriu como amava dividir isso com outras pessoas, e foi assim que ela começou a dar palestras sempre que é convidada, com objetivo de ajudar e incentivas crianças a terem um hábito da leitura.

Biblioteca da Mell

Compartilhem, ajudem, vamos deixar a Mell adoçar o mundo dos livros! Pra isso precisamos melhorar e aumentar o espaço da Biblioteca, vamos ajudar: Facebook: Biblioteca da Mell Instagram: Biblioteca da Mell Contatos para Palestras: [email protected] (82) 99934-9038 – Fafá Rocha (tia) (82) 99335-9843 – Alessandra Rocha (mãe)

Botão Voltar ao topo