Medida preventiva: corte de gastos pode chegar a 30% nos órgãos públicos do estado em 2019

A poucos dias do inicio do novo governo em Alagoas, Renan Filho já anunciou um corte de gastos no custeio  dos órgãos públicos da ordem de 30%. A redução é uma medida preventiva, até saber como a economia irá se comportar no próximo governo federal.

No administrativo, haverá mudanças também com o secretariado que terá um enxugamento da máquina em até 20%. Outra medida já decidida é a terceirização de serviços públicos em regime de concessão.

Os atuais gestores, incluindo secretários, já foram convocados para apresentar o plano e outras ações, que funcionarão como se fosse uma transição de governo. Boa parte dos secretários sabe que podem não ficar nos mesmos cargos que estão hoje.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo