Após 2° turno, governo do estado deve reduzir custos com reforma administrativa

O governador Renan Filho estaria esperando o resultado do segundo turno, para iniciar a reforma administrativa do governo, isso porque, a eleição do novo presidente terá impacto direto no futuro governo, no entanto todos já sabem que independente do resultado haverá redução de custos na máquina administrativa.

Os modelos propostos por Bolsonaro e Haddad para a economia são bem diferentes. A expectativa é que com uma eventual vitória de Bolsonaro, a gestão do estado passe por um momento difícil, em função da aliança com o PT.

Uma eventual vitória de Haddad descomplica, num primeiro momento a relação direta com o Palácio do Planalto. Mesmo assim, Renan Filho também vai precisar da ajuda de deputados federais e senadores para “abrir” as portas, sem esquecer que a base do governo está dividida entre Bolsonaro e Haddad.

 

 

  • Com Blog do Edivaldo Jr.
Botão Voltar ao topo