Fabiana Leão volta a atuar na Delegacia da Mulher de Maceió por determinação judicial

A delegada Fabiana Leão conseguiu na Justiça a anulação do ato administrativo que a transferiu para Santa Luzia do Norte e Coqueiro Seco. Ela havia sido afastada da 1° Delegacia da Mulher há dois anos e agora retorna para lá. Fabiana havia sido retirada depois de solicitar a ampliação do horário de funcionamento do local.

O pedido foi feito diretamente ao governador Renan Filho (MDB), por meio de um ofício. Na ocasião, ela argumentou que o atendimento a mulheres vítimas de violência deveria ocorrer 24 horas por dia.

A medida de transferi-la foi tomada pelo delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, com aval do secretário de Segurança Pública, coronel Lima Júnior.

No entanto, para a magistrada responsável pelo caso, Ester Manso o ato foi ilegal, já que a delegada cumpria quase cinco vezes a meta exigida mensalmente, a remoção então não teria relação com a necessidade de serviço e não pode ser utilizada como sanção.

Fabiana Leão disse estar pronta para atuar na área em que sempre teve prazer de atuar. Ela também lembrou que, mesmo após dois anos, o horário de funcionamento ainda não foi ampliado.

Na época, o Governo afirmou que a medida estaria sendo providenciada, mas até agora nada mudou, inclusive ainda não existe uma casa abrigo estadual até hoje em funcionamento, assim como uma delegacia 24 horas em favor da mulher.

Botão Voltar ao topo