Autofinanciamento: Meirelles doa R$ 20 milhões à própria campanha

O ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB) fez uma doação de R$ 20 milhões para a própria campanha à Presidência da República. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostra que o valor foi repassado em uma única transferência eletrônica, feita na segunda-feira passada.

A doação de Meirelles para a própria campanha é a maior envolvendo pessoas físicas registrada no TSE. Repasses de valores maiores foram feitos, mas pelos próprios partidos a diretórios e candidatos com recursos públicos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha.

Esta é a primeira eleição geral em que os candidatos estão proibidos de arrecadar dinheiro de empresas para custear as campanhas. Apenas pessoas físicas podem realizar doações, ainda assim limitadas a 10% do rendimento do ano anterior. No entanto, os próprios candidatos foram autorizados a bancar a totalidade de seus gastos, por meio do chamado autofinanciamento.

O MDB de Meirelles é o partido que possui a maior fatia do fundo eleitoral (R$ 234,2 milhões). A cúpula da legenda, no entanto, já havia sinalizado que não repassaria parte desse dinheiro para a campanha presidencial do ex-ministro da Fazenda, que aparece com apenas 1% nas mais recentes pesquisas de intenção de voto.

Ao registrar sua candidatura, Meirelles declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de R$ 377,4 milhões, o quinto maior entre todos os 28.125 candidatos.

Botão Voltar ao topo