Greve: servidores públicos de Maceió protestam por reajuste salarial

Os servidores públicos municipais, saíram em protesto pelas ruas do Centro da cidade, em direção ao gabinete do prefeito, para cobrar os 15,41% de reposição salarial aos de 13.500 servidores ativos e aposentados. Até o momento, o único aumento proposto pelo Município foi de 3%.

A greve pode chegar a justiça, já que os sindicatos podem acionar os departamentos jurídicos para contrapor o Executivo. O intuito deles, é mostrar que o gestor está se utilizando de atitudes de posturas ilegais.

Antes da caminhada, os servidores ocuparam o pátio do Clube Fênix para ouvir as primeiras deliberações do movimento  Lá, novas ações foram definidas para esta quarta (18), quando passaram por locais de trabalho da Educação, Saúde e Segurança, como forma de fortalecer o movimento.

A presidente do Sinteal Maria Consuelo, lembrou que com a greve, mais de 70 escolas já estão sem funcionar e outras estão parcialmente fechadas.  “Vamos buscar as escolas que estão abertas para conscientizar os trabalhadores da importância do movimento. Na quinta, faremos peregrinação nas rádios, para dizer o que está acontecendo no Município de Maceió. E, na sexta, uma ação na porta da Secretaria de Finanças”, pontuou a presidente do Sinteal.

Botão Voltar ao topo