Presídios voltam a receber visitas após ação preventiva contra meningite

Após as visitas do sistema prisional de Maceió ser suspensas por um caso de meningite no local, os presos voltarão, a partir deste sábado (16), a receber amigos e familiares.

A Secretaria de Estado da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) informou que as visitas na Casa de Custódia da Capital e Presídio de Segurança Máxima foram normalizadas após a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) realizar uma ação preventiva que evita a proliferação de meningite.

A vítima foi o reeducando Medson Alexandre Borges, de 22. Ele foi conduzido ao Hospital Estadual Dr. Hélvio Auto após o diagnóstico e tratado pela equipe médica da unidade de saúde, onde continua hospitalizado. O estado de saúde dele é estável.

A supervisora de saúde e agente penitenciária, Andréa Rocha, diz que foram tomadas todas as medidas para prevenir servidores e reeducandos que tiveram contato com Medson. “Observamos, acompanhamos e medicamos a população carcerária, eliminando riscos de contaminações secundárias e possíveis focos que poderiam deixar mais pessoas suscetíveis à contaminação. Já está tudo sob controle; não ocorreram casos secundários e não surgiu mais nenhum reeducando com sintoma da meningite”.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo