Transporte universitário de Teotônio Vilela é retomado nesta segunda

O transporte de estudantes universitários da cidade Teotônio Vilela para Maceió e Arapiraca será retomado nesta segunda-feira (10). Os ônibus foram suspensos temporariamente após o acidente na AL-110, que deixou sete pessoas mortas e mais de 40 feridos.

O secretário de comunicação do município, Luciano Amorim, disse que o período em que o serviço ficou suspenso foi necessário para que o a prefeitura pudesse fazer o cadastro dos estudantes.

“Fizemos um pente fino em toda a frota. Na verdade, o prefeito Joãozinho Pereira determinou que a gente agisse em duas frentes, uma deles de fazer um pente fino na frota de ônibus e fazer todas as verificações necessárias. E uma outra frente fazendo o cadastramento e recadastramento dos estudantes que utilizam o serviço”, afirma.

O secretário disse ainda que são 12 ônibus, seis que levam estudantes para a cidade de Arapiraca, cinco para Maceió e um para a cidade de São Miguel dos Campos. O secretário informou que semana passada abriu licitação para a compra de novos ônibus.

“Serão oito novos ônibus que vai servir exclusivamente para o transporte universitários. Esses veículos estarão plotados com o nome do programa de ensino universitário do município. O processo licitatório dura entre 60 e 90 dias e assim que esses ônibus entrarem em circulação, gradativamente os antigos serão substituídos por esses veículos novos”, afirma Amorim.

Cinco pessoas morreram no local do acidente e outras duas na Unidade de Emergência do Agreste (UE). Entre os mortos, quatro são estudantes: Jonas Everson Nunes da Silva, 17; Joelma da Silva Santos, 17; Débora Afra Borges Vasconcelos, 20; e Amanda Silva Santos e Jeniffa Jânia de Lira Santos, 21, que faleceram no hospital.

Os motoristas dos dois ônibus também morrerm na hora. Eles foram identificados como Otávio Plácido Santiago, 67, e Dênis Francisco da Silva.

Uma comissão de delegados vai investigar as causas do acidente com dois ônibus escolares, ocorrido na quinta-feira (30), no interior de Alagoas. De acordo com a portaria, os delegados Fernando José Lins Lustosa, Sandro Marcelo da Silva e Renivaldo Batista da Silva, sob a presidência do primeiro, vão apurar as causas da colisão. A portaria foi assinada pelo delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo